Festival de Dança Macabro
Imagine uma cidade violenta, uma cópia da cidade que temos hoje, porém mais escura, pichada e cheia de miséria, com o crime organizado e autoridades corruptas disputando domínio sobre uma população temerosa de peões de fábrica e assalariados resignados.
Joinville das trevas é super populosa, com terrenos supervalorizados e várias construções abandonadas por causa disto, as pessoas necessitadas tomam essas construções e ficam a mercê da lei do síndico ou sob a proteção de alguma milícia. Com tanta gente e tão pouco dinheiro os loteamentos e Cohabs dominam a periferia, lugares tão perigosos como qualquer favela de um grande centro.
Imagine um mundo onde o sobrenatural é mais comum do que ele próprio gostaria, algumas seitas religiosas e sociedades secretas fazem parte do dia a dia do sobrenatural, magos, lobisomens e vampiros são a ponta do iceberg do mundo sobrenatural, e aqui os vampiros são o topo da cadeia alimentar
Nas sombras da cidade vivem os “mortos”, usando o subterrâneo de Joinville para planejar seus jogos e maquinações, governados por um tirano adormecido eles tentam encontrar uma saída da dança macabra.

O que você pode esperar do Jogo…
- Live Action com a sensação de jogo de mesa
- Jogo Cooperativo, Não competitivo.
- Uma história profunda e entrelaçada. Focada nos personagens, com um jogo equilibrado, tanto PCs como NPCs.
-Sem desperdício de tempo, apenas um live por mês e uma ação por e-mail com jogos de mesa a combinar.
- Pcs em cargos de poder e sendo os principais da história.
- Regras simples e Dinâmicas.
O que se espera dos Jogadores…
- Maturidade para separar o On do OFF.
- Focar-se na diversão e não na competitividade.
- INTERPRETAÇÃO: Personagens com profundidade, motivações e fraquezas e segredos.
- Uma história curta e objetiva, seguindo o modelo.
- Ajuda na criação de plots, enriquecimento de cenário e organização de lives.
-Buscamos histórias ligadas ao cenário local, à idade não importa tanto lembrando que os membros mais velhos não estão aqui mais ou menos 150 anos, com um teor mais world of darkness , vampiros costumam ser um pouco anacrônicos.

Linha do Tempo Vampírica

1850 – Chegada dos primeiros vampiros em Santa Catarina, Com a notícia do aparecimento da cruz de Goneville na cidade de São Francisco, o Principado Lancea Sanctum de Açores envia três vampiros para procurar a cruz, são eles Fernando Leão, Dom Henrique e Manuel de Coimbra.

1860 – A coterie começa a fazer incursões nas terras indígenas, eles se deparam com um Gangrel poderoso chamado Krenak o caçador , que assume a forma de uma pantera negra e os ataca. A batalha é dura e ambos os lados saem feridos.

1861 / 1901 – Krenak Cria uma prole, uma ex excrava chamada Catarina e a envolve na guerra, Fernando Leão, Dom Henrique criam proles também, irmã Veronica e Thomas Tallis respectivamente. O confronto segue através de mortais e carniçais e vários vampiros de principados brasileiros. Supõe se que mais crias foram feitas, porem estas morreram tão rápido nos anos seguintes que não se tem registros delas

1910 – A guerra se torna insuportável, Coimbra se reúne com as proles secretamente, mesmo Catarina se convence de que seus sires enlouqueceram devido a violência das noites. Eles destroem os três vampiros mais velhos o Krenak, Dom Henrique e Fernando Leão, São Francisco vive um momento de paz, infelizmente Coimbra entra em torpor devido aos ferimentos e dorme por vinte anos, a cidade cresce.

1915 – Vários vampiros da Coalizão Nefanda A Prole de Belial se instala em Joinville, os vampiros de São Francisco são obrigados a investir pra proteger os mortais e a máscara.

1921 – Coimbra acorda e magos Guardiões do Véu entram em contato com ele, em uma conturbada aliança eles derrotam e expulsam as proles de belial.

1922 – Dois novos vampiros chegam a cidade, Thomas cria uma prole sem permissão e Catarina, pede permissão a criar uma prole. Vendo que a população esta crescendo e as cidades começam a ficar fora de controle , Coimbra se declara príncipe.
O Judeu Johannus e Illyana ambos ordo Dracul, se instalam em Joinville fugindo das conseqüências primeira guerra mundial na Europa, ele veio com bastante dinheiro e começa a criar um centro para as pesquisas da Ordo Dracul.
Coimbra cria uma prole, Baumgarten, um poderoso homem de negócios.

1923-1939 – Johannus começa a vender proteção as criaturas sobrenaturais em troca de recursos, com eles é fundado o primeiro elisium embaixo da igreja Bom Jesus que também é um locus da paz, Os lobisomens do Cubatão e os magos do morro do finder exaltam judeu por sua iniciativa.
Eles começam a construir juntos um subterrâneo sob os principais prédios de Joinville, alguns vampiros começam a se reportar a Johannus ao invés de Coimbra.
Intrigas – Coimbra começa a cobrar impostos de Johannus , alianças se fazem e se quebram, os vampiros se voltam a suas coalizões em busca de aliados.
Chega à cidade com um grupo de Cartianos e Boaventura, um vampiro famoso abraçado na guerra do contestado.

1941 – 1945 – O famoso julgamento cartiano, por criar várias proles sem permissão os cartianos são julgados a morte, o Boaventura os entrega por concordar com as regras do príncipe, os demais cartianos são expostos ao sol.
A cidade de Joinville prospera.

1946 – 1950 – Coimbra se ofende pelas constantes desfeitas e desafios a sua autoridade e exige que Johannus beba de seu sangue,quando voltava do local da reunião Coimbra é emboscado por Johannus em plena luz do dia e com um poder até então desconhecido aos amaldiçoados ele destrói o ancião , os vampiros de São Francisco se unem ao novo principado de Joinville.

1951 – 1960 – as construções subterrâneas em Joinville ficam prontas, um projeto de metrô é votado pelos mortais e depois abandonado. Johannus separa a cidade por campos de caça das coalizões. com grande território os vampiros oprimem as outras criaturas sobrenaturais e para cuidar de seus novos territórios, os vampiros criam proles e fazem carniçais.

1961 – 1963 – Os invictus liderados por Baumgarten, reúnem recursos, carniçais e influenciam na sociedade mortal, incluindo na polícia tomando o controle de quase todo meio de poder mortal, muitos vampiros perdem seu dinheiro e a máscara é ameaçada para muitos, Baumgarten sitia a cidade, porém é destruído por Boaventura a mando de Johannus, os invictus dizem que as ações de Baumgarten foram individuais.

1970 – Tendo recebido provas irrefutáveis de que Johannus é um diablerista Boaventura convoca uma reunião, todos os vampiros do principado se reúnem na antiga fábrica no centro da cidade, Usurpador acusa Johannus e no meio da reunião um incêndio começa causado pelos aliados de Johannus, os vampiros fogem das chamas mas ela clama vários amaldiçoados, incluindo Johannus.
Na noite seguinte Boaventura se declara príncipe. Nas chamas morreram Johannus, Catarina e Irmã Verônica.
Boaventura abandona alianças com sua coalizão, para um reinado mais justo.
Boaventura declara a lei da máscara máxima, nem uma criatura sobrenatural incluindo vampiros de fora poderiam saber da existência de vampiros na cidade.

1985 – Os Lobisomens locais descobrem a existência de vampiros, pois estes caçavam em seu território, eles seqüestram a prole do príncipe e exigem dos vampiros que saiam de seus territórios, enfurecido Boaventura se reúne com os vampiros da cidade e juntos eles atacam os Lobisomens, 203 pessoas foram mortas naquele dia, assim como três alcatéias de lobisomens.
Os vampiros derrubaram a represa do Cubatão, afogando todos os mortais da comunidade que existia ali e alvejando com balas de prata aqueles que tentavam fugir. A prole de Boaventura é executada.

1986-2011 – O principado é regido com mão de Ferro, todos os vampiros que desafiam Boaventura são destruídos, os vampiros mais humanos se preocupam em ter um líder tão impiedoso.

2012 – Boaventura declara que irá entrar em torpor, logo após os vampiros ouvem que a Lei da Máscara máxima foi quebrada. O senescal convoca uma reunião…

PERSONAGENS PRINCIPAIS NÃO JOGADORES

Bento Boaventura

Clã; Daeva
Coalizão; Apartidário
Cargo: Príncipe
Status: 5
Histórico: Supõe-se que Bento foi abraçado por volta de 1900, também supões-se que ele
era um soldado que participou da guerra do contestado. Seja como for o principado
do Oeste Catarinense que Bento alega vir não existe mais, foi destruídos por humanos
que descobriram a existência de Vampiros segundo ele, os poucos vampiros que sobreviveram
se espalharam pelo Brasil.
Mentalmente ele lembra mais um general que um príncipe, referindo-se a cargos, não a indivíduos,
sendo o mais distante emocionalmente possível e impondo a lei e o tradicionalismo acima de interesses pessoais.
Porém seu traço mais marcante é ser impiedoso, qualquer afronta a sua pessoa é punida com laço de sangue ou morte.
Aparência/Costumes: Bento é um homem magro e com a aparência por volta quarenta anos, a pelo seu corpo há
marcas de cicatrizes e queimaduras, lembranças da vida mortal que ele faz questão de não comentar.

Xavier Uchoa

Clã; Nosferatu
Coalizão; Lancea Sanctum (4)Priscus
Status: 2
Cargo: Guardião do Elysium
Histórico: Xavier Uchoa nasceu da tragédia, ele conta que perdeu alguém muito importante e ele mesmo teria morrido se não recebesse uma segunda chance, uma missão e um papel no plano de Deus e Longino, Seja como for este vampiro tem laços com a saúde, pois conhece muito de anatomia e psicologia, alguns mortais se referem a ele como Dr. Uchoa e muitas pessoas reabilitadas de uma vida de crimes ou drogas o conhece. Xavier conquistou a fama de justo e determinado durante o principado de Bento, protegendo as leis e os vampiros com fervor, o que lhe rendeu um cargo e posição privilegiada na cidade, como ele mesmo diz, tudo faz parte do plano…
Aparência/Costumes: Xavier é um homem careca de orelhas ponteagudas, usa chapéu para esconder as veias azuis em sua cabeça e rosto, seus dentes são do tamanho normal, mas levemente pontiagudos perturbando sua fala, quando se agita as cicatrizes em seu corpo sangram, manchando suas roupas. Ele costuma carregar um rosário consigo e parece estar sempre com frio.

Levi Garcia

Clã; Daeva
Coalizão; Círculo da Anciã (3)
Status: 1
Cargo:
Histórico: Durante os anos Cinqüenta Levi foi um humano de muito sucesso no mundo musical, um vampiro obtuso quis imortalizar seu talento, mas o afastou pra sempre dos palcos,
como as câmeras ficaram cada vez mais comuns ele teve de ficar cada vez mais escondido, imerso um mundo de luxúria e auto destruição, ele foi encontrado
por Catarina que lhe deu um propósito e o ensinou a controlar e guiar a maior parte de suas paixões.
Hoje Levi é o herdeiro da mágica e Tradições de Catarina e do Círculo no território, guiando
jovens vampiros nos caminhos dos antigos Deuses índios desta terra.
Aparência/Costumes: Levi é um homem magro de cabelos compridos e alto, gracioso e bonito ele prefere roupas caras, mas tem um estilo todo próprio, como muitos artistas. Costuma ser visto freqüentando Coxos e demais baladas.

Thomas Talis

Mekhet – Ordo Dracul (2)
Cargo: Líder de Harpias
Status: 4
Histórico: Um dos mais antigos vampiros ativo de SC conviveu com as guerras entre os mortos e sempre permaneceu neutro tentando sobreviver, quando Bento Boaventura assumiu o principado foi exigido de Thomas uma prova de lealdade, três goles do sangue do príncipe. Ele é leal a Bento desde então, servindo de conselheiro e juiz dos feitos dos outros vampiros.
Aparência/Costumes: De corpo esguio e cabelos escuros, este homem de meia idade se veste com as mais caras grifes, exceto que suas roupas tem um corte antiquado, carrega sempre uma bengala com um cavalo em prata. Costuma ser visto freqüentando rodas sociais de intelectuais, country club, iate Clube, Rotary e afins…
Divertido, porém polido, seu jeito levemente afeminado encanta muitas pessoas, mesmo a quem conhece sua verdadeira natureza.

Hans Baumgarten

Clã; Ventrue
Coalizão; Invictus ( status 3)
Cargo:
Status: 1
Histórico: As histórias dizem que Hans descobriu a existência de vampiros sozinho e quando mortal trabalhou arduamente para esconder a existência deles através de documentos falsos e testemunhas compradas ou neutralizadas, seu prêmio veio com o abraço, porém isso o afastou de uma família que um dia teve e o levou a riqueza e luxúria, quando seu sire tentou tomar o principado, várias vidas foram perdidas e ele teve que juntar os pedaços de uma coalizão destroçada, foram vários trabalhos da Empresa de Advocacia financeira Baumgarten e Associados que assegurou que o dinheiro dos vampiros de Joinville permanecessem ocultos, Baumgarten é ranzinza e cansado, ansiando por tempos de paz.
Aparência/Costumes: Gordo, calvo, olheiras, parece que Hans saiu de uma longa jornada de trabalho, sua roupa, geralmente um suéter e uma calça marrom está sempre amarrotada, o lenço é seu companheiro, talvez um tique da vida mortal, costuma não ser visto, preferindo a privacidade.

O Colono (modelo de História padrão para os jogadores)

Jogador: NPC
Clã: Gangrel
Coalizão: Cartiano (3)
Status: 2
Histórico: A história do colono reporta a vários anos atrás, um trabalhador que conquistou seu lugar na sociedade plantando arroz, alguns dizem que ele que fundou o arroz vila nova. Colono sempre defendeu a igualdade e o trabalho duro, ele uniu-se aos cartianos por achar que podia fazer a diferença na sociedade dos amaldiçoados. Seu erro foi confiar demais nos seus instintos mortais, no golpe de Baumgarten, O colono perdeu sua fortuna e seus carniçais, ficando na miséria, porém sua vingança foi feita, sobre o comando do príncipe ele levou Baumgarten empalado e o executou.
Hoje O Colono é muito mais sombrio e recluso, muitos dizem que foi marcado por perder todo império que construiu…
Objetivo: Reerguer seu antigo nome.
Desvantagem: – paranóico, a perda da humanidade o deixou perturbado. Não confia em ninguém, mesmo da sua coalizão
Refúgio: Refugio Cartiano
Caça e alimentação: – Normalmente ele se alimenta daqueles que criam confusão com ele, nos botecos de classe baixa.
Costumes: Alemão, pele manchada, mãos grandes e calejadas, se veste igual a um bêbado de bar (roupas doadas), usa uma bicicleta para locomoção. Tem um sotaque forte e hábitos simples, pra onde ele vai a faca está na cinta.
Feitos: Destruiu o Infame Baumgarten
Segredos: – Três milhões de Cruzeiros debaixo do colchão.
Mote: – Sem suor, sem trabalho duro, não tem recompensa!
– Aqui tem Faca na Bota!

Leonardo Koëntopp

Clã; Carniçal Independente
Coalizão; Apartidário
Status: 1
Histórico: Membro de uma família tradicional Joinvilense Leonardo conseguiu fazer fortuna mesmo sem ajuda de seus pais, isso chamou atenção de um membro que o recrutou, Leonardo usou seus recursos agora de forma mais oculta, misturando-se seus negócios ao mundo sobrenatural, sua maior obra até então foi a construção do Cassino Koëntopp q mais tarde foi fechado, e reaberto clandestinamente como Cassino Champs Élysée, mais ele é mais famoso por ser o primeiro carniçal liberto da cidade pelos seus feitos durante o golpe de Baumgartem.
Aparência/Costumes: Bronzeado, sorridente, bem humorado, bem conectado, gosta de luxo, roupas caras, ouro, carros esportivos e mulheres bonitas. Pode ser encontrado no Cassino ou em qualquer evento aonde reúna mais que uma coalizão, sempre com sua maleta de jogos ou um baralho a mão.

Vampiros Mortos
Nome; Manoel de Coimbra
Clã; Ventrue
Coalizão; Invictus
Histórico: primeiro príncipe de SFS e primogênito de Açores, veio ao território em busca da cruz de Gonneville.
Morto como e quando: 1950, por uma emboscada de Johanus
Segredos:

Nome; Fernando Leão
Clã; Mekhet
Coalizão; Lancea Sanctum
Histórico: um dos primeiros vampiros de SFS e foi tomado pela besta e ameaçava a mascara, tinha um pensamento muito radical ate mesmo para os Lancea, corifeu de açores, veio ao território em busca da cruz de Gonneville
Morto como e quando: 1910, morto por Coimbra e sua prole
Segredos:

Nome; Dom Henrique
Clã; Daeva
Coalizão; Lancea Sanctum
Histórico: um dos primeiros vampiros de SFS e era um guerreiro, foi enviado para proteger a busca e dizem q sua idade remete a época das cruzadas, a grande quantidade de batalhas o deixou louco, mastim de açores, veio ao território em busca da cruz de Gonneville
Morto como e quando: 1910, morto por Coimbra e sua prole

Nome; Krenac
Clã; Gangrel
Coalizão; Circulo da anciã
Histórico: Era visto como um deus vampírico nas tribos indígenas de SC, também considerado um grande guerreiro rivalizando os 3 anciões em conjunto, sua guerra com eles levou a destruição de seu povo, ainda hoje é lembrado pelos gangrel como um dos primeiros e dos mais poderosos vampiros do país.
Morto como e quando: 1910, morto por Coimbra e sua prole

Nome; Catarina
Clã; Gangrel
Coalizão; Circulo da anciã
Histórico: Ex-escrava, dedicada a paz e ao aprendizado do Croac, não ligava para política e foi por muitos anos mestre dos segredos do circulo da anciã,
Morto como e quando: 1970, morto durante o incêndio do Elysium.

Nome; Irmã Verônica
Clã; Daeva
Coalizão; Lancea Sanctum
Histórico: Era mulher de um pastor luterano muito famoso na Região da colônia Dona Francisca, o pastor era o braço direito do Professor Daniel Jakob Hoffman, e a comunidade evangélica crescia na região. Mas qualquer religião que ao fosse a católica era proibida, e a família do Pastor foi atacada pela guarda, Pastor e filho foram mortos. Verônica sempre contou essa história, e depois de anos fugindo dos condestáveis foi Abraçada por Péricles, e usou seus poderes pra impor Justiça com as próprias mãos. Tamanha era a ira dela contra a Injustiça de mortais e imortais que o príncipe a reconheceu como Xerife, cargo q ocupou por muitos anos.
Morto como e quando: 1970, morto durante o incêndio do Elysium.

Nome; Johannus
Clã; Nosferatu
Coalizão; Ordo Dracul
Histórico: Banqueiro judeu fugiu da Áustria durante a primeira guerra e se instalou em Joinville, depois de alguns anos os membros o procuravam em busca de proteção e ajuda deixando Coimbra com ciúmes, passou anos se dedicando a construir o que no futuro seria seu principado
Morto como e quando: 1970, morto por Boaventura em um Duelo na noite do incêndio no Elysium.

Sociedades Secretas
Prole de Belial
Histórico: A seita de vampiros que se acham demônios foi comum no passado de Joinville, atacando não só os lancea Sanctum como toda sociedade, durante muito tempo estes vampiros se beneficiaram do poder da Diablerie e dos números para subjugar seus inimigos, graças aos esforços dos vampiros e outras criaturas sobrenaturais levaram ao quase completo extermínio destes monstros no território.

Lobisomens;
Histórico: Quase todos foram mortos durante o massacre do Cubatão. Hoje um pequeno grupo vive no bairro espinheiros, estão mais preocupados em se esconder do que em busca de vingança.

Magos Histórico: Sabe-se que eles vivem e controlam o centro, por este motivo este território é proibido para membros, por ordem de Boaventura, existem pichações que servem como aviso do inicio de seu território. Por este motivo que os membros devem se deslocar sempre que possível pelo subterrâneo.
Ou/e Os magos em Joinville se confundem entre os humanos, sabe-se que eles tinham uma espécie de local de adoração no morro do Finder, porém o local está vazio hoje, com símbolos escritos nas árvores e o chão queimado em um círculo perfeito, nada mais. Os vampiros tinham um acordo com os magose combatiam inimigos em comum, mas isto foi há muito tempo atrás.
Refugio das Coalizões

Local: Refugio de coalizão Cartianos
Descrição: Antiga residência de Colono, quando o mesmo perdeu sua fortuna os cartianos se uniram e a compraram, hoje ela é usava para todos da coalizão, qualquer cartiano pode dormir em um antigo cofre com vários caixões em seu subterrâneo
Localização: 2 (propriedade rural no morro do meio)
Segurança: 1 (cães, janelas com tabuas pregadas, porta pesada de madeira)
Tamanho: 3
Proprietário: Coalizão

Local: Refugio de coalizão Circulo da Anciã
Descrição: É uma vasta propriedade que Levi comprou com o ultimo dinheiro de sua fama que compreende em vários locais, Cemitério, grande pasto, mata e cachoeira e uma antiga casa
Cemitério, Localizado no fim distrito industrial e no início de pirabeiraba este grande cemitério ja foi um local de culto indígena há muitos anos, quando a tribo foi expulsa e a cidade colonizada foi construído um cemitério no local, um local sagrado aonde o próprio Krenak realizava seus rituais, existem vários mausoléus no cemitério e um sem número de lápides antigas e mal cuidadas, no centro ainda há um grande jardim em homenagem as famílias originais de pirabeiraba como Schramm, os Scholz, os Budal, os Nass, os Benemann, os Duvoisin, os Schwabe, os Schroeder e outros. Tanto os índios feiticeiros, como Krenak, Catarina e demais membros do círculo foram enterrados ali, envenenando o solo e deixando todas as árvores que nascem ali retorcidas e sem folhas, atraindo pássaros agourentos e animais de peçonha. porém durante as noites de lua se pode sentir nos ossos os espírito dos antigos Deuses Vampiros Indígenas e nostalgia pelas glórias do passado. Defesa: Os vampiros tem preparado vários caixões nos quais podem dormir de dia, dezenas, achar o caixão certo na lapide certa é difícil, além disso eles são revestidos de metal e trancados por dentro. Os pássaros também estão acostumados com os vampiros do círculo, fazendo escândalo quando outros entram em seu território. Um dos mausoléus serve de depósito pra coisas úteis do círculo da anciã, desde roupas, tomos até celulares.
Pasto, no pasto a coalizão o costuma alugar para festas rave.
Casa Velha, Levi guarda suas lembranças lá é usada para reuniões da coalizão e para dormir
Cachoeira, É usada para fins religiosos, tanto pela coalizão como suas religiões aliadas

Personagens: – Seu Alcides, um velho com artrite e meio surdo que é coveiro e vigia noturno.

Localização: 0
Segurança: 1
Tamanho: 5
Proprietário:

Local: Refugio de coalizão Lancea Sanctum (Clínica de Recuperação e Reabilitação Fernando Leão)
Descrição: a clínica Fernando leão foi fundada há quase cem anos por pastores luteranos, o terreno foi doado pela prole de Fernando leão, (esquecida) aos pastores, com a condição que a lança santa pudesse usar a ala oeste do complexo, a clínica trabalha como terceirizada para o governo ajudando na reabilitação de criminosos, e dependentes químicos, porém também trabalha com casos particulares. O local é equipado com grades de segurança, muros altos alarmes e enfermeiros treinados, protocolos de identificação são seguidos e os pacientes são constantemente vigiados. A ala oeste consiste em um salão de Reuniões, um corredor com celas acolchoadas aonde os vampiros dormem, um escritório e um vestiário. Ainda faltam coisas a construir principalmente para facilitar a prática da feitiçaria tebana

Localização: 2
Segurança: 2
Tamanho: 2
Proprietário:

Local: Refugio de coalizão Invictus
Descrição: O edifício comercial Vargas é antigo e com cerca de 10 andares,
ele contém vários escritórios de advocacia, despachantes e assessoria contábil,
a empresa mais importante do prédio é a Vargas Engenharia, uma empresa em
Joinville há décadas. A Família Vargas sempre teve acordos com os Invictus e
cedeu três andares de seu prédio para construção do Refúgio comunitário Invictus.

Localização: 1, Glória, rua Aquidaban, (Sendo próximo da delegacia e em um bairro com muita segurança, os Invictus que caçam aqui normalmente não são bem sucedidos)
Segurança: 2 , Como Segurança o Refúgio conta com um uma chave que leva diretamente aos andares superiores,
portas corta fogo de aço e segurança privada oferecida pelo próprio Prédio.
Tamanho: 3 , O local é enorme e luxuoso, com tapeçaria e pinturas, salas de descanso, jogos, reunião, e quartos com
camas protegidas do sol para hóspedes. A cobertura é um jardim com várias estátuas plantas e flores exóticas,
muitos dos que entram no refugio se sentem transportados para os antigos filmes de máfia dos anos 50.
Proprietário: Família Vargas
Personagens – Alexandre Vargas – Homem de Negócios 39 anos.
Seu Zé – Guardinha da Portaria, 55 anos, negro e quase cego, conhece os frequentadores pelo nome.

Locais de Interesse

Local: Cassino Champs Élysée
Descrição: Um cassino “ilegal” funciona no porão do casarão, apenas para sócios. Ele é usado como elysium desde a sua fundação, membros da alta sociedade e místicos visitam o lugar, o local além de jogo oferece vários outros entretenimentos, incluindo alimentação há vampiros famintos, por um bom preço é claro.
Localização: 2
Segurança: 3 (sistema de segurança, seguranças, portas e janelas reforçadas…)
Tamanho: 3 ( vários ambientes, dependências, sala de jogos, quartos, bar
Proprietário: Leonardo Koëntopp

Local: Elysium Original (Harmonia Lyra)

Descrição:
Sob o solo do hamonia lyra existe um grande salão luxuoso com as paredes negras, poucos vão lá vislumbrar o local queimado, incrivelmente alguns móveis de madeira de lei estão preservados, e a lareira ainda brilha com brasa enchendo o local com um vermelho intenso, as lâmpadas ainda tem óleo e ainda queimam, talvez por alguma pessoa que se apegou ao lugar e faz manutenção, ou algo a mais.
O salão sob o harmonia lyra um dia foi um local de paz para todas as criaturas sobrenaturais criado pelos vampiros e usado durante muitas décadas, tratados e acordos eram feitos neste local, porem depois do acidente em 1970, este local é proibido e visto com mau agouro pelos vampiros, muitos ja se acidentaram ou sucumbiram neste local e alguns acreditam que sejam os espíritos dos mortos inquietos. Mesmo a passagem secreta para o local ja foi esquecida por muitos.
Localização: 1
Segurança: 3
Tamanho: 4
Local: Estação e Subterrâneo
Descrição: Na antiga estação existe uma porta de acesso aos tuneis subterrâneos do antigo metrô
Subterrâneo de Joinville
No passado foi construído um túnel de metrô que ligava o norte ao sul da cidade começando na estação ferroviária,
devido ao terreno impróprio e custo da obra, o projeto de metrô foi abandonado. Porém os vampiros usam até hoje somo meio de transporte discreto. O túnel principal e diversos outros túneis de manutenção são velhos e
empoeirados, alguns úmidos, a rede elétrica é precária e exposta. O rio Cachoeira coberto em prol de uma avenida faz parte deste complexo, contendo passarelas subterrâneas construídas pelos vampiros, ele serve de conexão entre os seguintes Locais:
- Estação Rodoviária
- Igreja Santo Antônio
- Mercado municipal
- Moinho Joinville
- Rede de esgoto
- Antigo Elysium
- Ginástico
- Clube América
- Novo Elysium
Refúgio – Invictus
Refúgio – Ordo Dracul
Refúgio Lancea Sanctum

Local: Ed. Manchester II

Descrição: Prédio Residencial de 25 andares no centro histórico, foi abandonado pelas autoridades a muitos anos, sujo e sem manutenção serve de morada para prostitutas, drogados, traficantes, fugitivos e mendigos com quase 400 apartamentos é de longe um pardieiro.
Localização: 3
Segurança: 1
Tamanho: 4
Proprietário: Salvador

Local: Hotel Vila Real
Descrição: Fundado na década de 30, este hotel pertencia a Johannus, hoje o principado usa seu salão de recepção para sua reunião anual. Hospeda seus convidados em seus quartos. A decoração segue a mesma desde a sua fundação com exceção da sala de reuniões que teve que ser reformada recentemente.
Localização: 2 (Saguaçu)
Segurança: 2
Tamanho: 3 (12 quartos mais dependências)
Proprietário: Boaventura

Local: COHAB São Cristóvão
Descrição: Um enorme conglomerado de casas e prédios no jardim Iririú onde os traficantes fazem suas próprias leis, com mais dez mil moradores ela é a maior das COHABS construída nos anos 80, as casas são decadentes e parecidas, tornando-se muito fácil se perder. Os moradores são protegidos pela milícia de criminosos que aceitam visitantes com desconfiança. A polícia nunca entra ali.
Localização: 5
Segurança: 3
Tamanho: 5
Proprietário: Sindico

Local: Ed. Baumgartem
Descrição: Este local foi residência e principal empresa de Baumgartem, porém após sua morte os seus antigos “sócios” assumiram o controle e hoje seus filhos administram tudo que sobrou
Localização: 2
Segurança: 3
Tamanho: 3
Proprietário: Grupo de advogados associados

Nome: Loja Maçônica Amizade ao Cruzeiro do Sul Líder: Grão-mestre Carlos Eduardo Schulz , Advogado, empresário e líder político local (já foi vereador e deputado estadual.)

Tipo: Mortal, política, social.
Posição Social: 4
Histórico: A maçonaria trabalha no limiar do mundo mortal com o sobrenatural, estudando mistérios e buscando o crescimento de todos os seus integrantes. Ela ajuda a Ordo Dracul desde que Johannus veio para a cidade, onde um delicado elo de amizade se formou quando o grão mestre anterior ofereceu ajuda a Johannus na forma de uma maneira de fortalecer seu lado humano por meio de sua generosidade. Acaba agindo também como modo de lavar dinheiro para alguns vampiros, empregando o dinheiro de doações anônimas em compras nas lojas de seus membros, que são então doadas para comunidades carentes.
Refugio: Loja Amizade ao Cruzeiro do Sul, Dona Francisca 1050

Local: Presidio de Segurança Máxima Babitonga
Descrição: Presídio Federal de segurança máxima, fica localizado na ilha dos barcos, no meio da baia da babitonga, foi inaugurado a 10 anos devido a grande demanda no norte de SC, ele abriga vários dos piores criminosos do país, o seu atual diretor é Frederico Oliveira, ex-coronel das forças armadas controla o presídio com regras rígidas mais favorecendo aqueles que podem pagar o seu preço.
Localização: 1
Segurança: 5
Tamanho: 5
Proprietário: governo federal

Local: COHAB Vila Paraná
Descrição: Localizada no jardim Sete a vila paraná assim como as outras COHABs é dominada pelo crime organizado, aqui o Neguinho que presta contas com o Pai Salvador é o dono da boca. Pelo menos três mil pessoas vivem aqui.
Localização: 4
Segurança: 2
Tamanho: 4
Proprietário: Neguinho

Local: COHAB 3
Descrição: De longe a menor das COHABS listadas, ela é controlada por uma gangue conhecidos como a gangue do diabo loiro, a gangue ajuda os moradores e tem amizade ao invés de controle. A taxa de criminalidade no bairro é baixa por conta do mesmo, porém a gangue do diabo loiro aterroriza os bairros próximos, assaltando, espancando e matando todos que ficam em seu caminho. Porém ninguém meche com os seus vizinhos.
Localização: 3 (Guanabara)
Segurança: 2
Tamanho: 3
Proprietário: Galego

Local: COHAB Dona Francisca
Descrição: A mais decadente de todas as COHABs, esse enorme conglomerado de prédios fica no Panaguamirim, uma facção criminosa ligada ao Comando Vermelho dita suas regras, com mais de seis mil moradores ela é um ótimo campo de caça para aqueles que tiverem coragem.
Localização: 5 (Panaguamirim)
Segurança: 2
Tamanho: 4
Proprietário: Carioca

Local: Represa do Cubatão
Descrição: Na década de 80 depois que a barragem do Cubatão rompeu, inundando boa parte da região, foi decidido que a necessidade era de uma represa pelo menos 3 vezes maior então a construíram um pouco a frente da antiga barragem inundando uma grande faixa de terra inclusive o local onde vivia uma pequena comunidade, hoje as casas estão debaixo d’água. A represa opera praticamente sozinha, pois todos dizem que este lugar é amaldiçoado,
Localização: 1
Segurança: 2
Tamanho: 5
Proprietário: Governo

Cabala 1 – Torre Memento
Local: Prédio Comercial no centro
Descrição: O prédio mais alto de Joinville, localizado no centro, é um prédio com escritórios e é onde opera a Financiadora Memento. Muito bem policiado e monitorado, os andares superiores são de acesso restrito.
Localização: 1
Segurança: 4
Tamanho: 5
Proprietário: Lorenzo Piemontini

Festival de Dança Macabro

ivoodelli Blaze TiagoDosReisRodrigues Aguirre